Mostrar mensagens com a etiqueta Museu dos Coches. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Museu dos Coches. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Conheça o novo Museu dos Coches em Lisboa

O Museu dos Coches foi criado por ordem da Raínha D. Amélia em 1905. A Monarca, senhora de grande cultura, logo compreendeu o valor artístico e histórico dos coches, berlindas, carruagens, seges, carrinhos de passeio, liteiras, cadeirinhas e carrinhos de criança, constituindo a instituição no Picadeiro Real de Belém.



Passados 110 anos da sua inauguração o Museu dos Coches, que é uma paragem obrigatória na rota de museus e palácios de Portugal“mudou-se” para uma nova casa. O novo edifício, inaugurado em Maio de 2015, foi projetado pelo arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha. Está situado a poucos metros de distância de onde até aqui estava instalado e vem abrir um novo caminho na história do Museu Nacional dos Coches.


A abertura deste museu incontornável em Lisboa traz, para além de equipamento cultural, um lugar público. Mais que um museu, o projeto funciona como uma infraestrutura urbana que oferece “espaço público” à cidade.


O moderno imóvel é constituído por um pavilhão principal com uma nave suspensa e um anexo, com uma ligação aérea, que segura a circulação entre os dois edifícios.  Incluiu espaços para exposição, áreas de reservas e ainda uma oficina de conservação e restauro que contribuiu para a conservação e restauro de património.


Contém novos espaços para a Biblioteca e para o arquivo e ainda um auditório que potencializa a realização de várias atividades culturais.

Para um melhor acolhimento dos visitantes, conta com espaços de restauração, uma loja do museu e um posto de informação turística.

Para terminar, no exterior pode-se passear pela Praça do Museu, uma zona de acesso livre para passeio e lazer público. 



Venha reviver a magia da monarquia em Portugal, venha visitar um dos museus mais marcantes da nossa história com a Best Time Tour. 
Mais Informações em www.besttimetour.com.


Artigos Relacionados:


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Rota Museus e Palácios de Portugal

O nosso convite de hoje é que faça connosco uma rota pelos museus e palácios de Portugal. No nosso tour está incluída passagem pelo Museu Nacional do Azulejo, pelo Museu dos Coches, pelo Palácio Nacional da Ajuda e pelo Palácio Nacional de Queluz.


Museu Nacional do Azulejo
Este é um dos museus mais importantes do país, pela sua coleção singular de azulejos - a expressão artística diferenciadora da cultura portuguesa. Torna-se também relevante devido ao edifício impar em que se encontra instalado: o antigo Mosteiro da Madre de Deus, fundado em 1509, pela Rainha D. Leonor.

Criado museu em 1980, alberga os mais significativos exemplares da azulejaria portuguesa, desde o século XV até aos nossos dias. No vasto acervo, destaca-se o painel de azulejos exposto no claustro que representa uma panorâmica de Lisboa antes do terramoto de 1755.


Museu dos Coches
O Museu dos Coches foi criado por iniciativa da Rainha D. Amélia de Orleãns e Bragança e inaugurado no dia 23 de Maio de 1905. É D. Amélia quem toma consciência do grande valor patrimonial das viaturas de gala da Casa real, pelo que propõe reuni-lo, salvaguardá-lo e apresentá-lo ao público, à semelhança do que acontecera em Paris, em 1900.

É o museu mais antigo de Portugal e está instalado no edifício do antigo Picadeiro Real do Palácio de Belém. Alberga a melhor coleção de viaturas cerimoniais de tração animal dos séculos XVII a XIX, incluindo coches, carruagens, cadeirinhas, carrinhos de passeio, carrinhos de criança, entre outros.


Palácio Nacional da Ajuda
O Real Paço de Nossa Senhora da Ajuda foi mandado erguer por D. José I (1714-1777), no alto da colina da Ajuda. Este edifício, construído em madeira para resistir a abalos sísmicos, ficou conhecido por Paço de Madeira ou Real Barraca. Substituía, assim, o sumptuoso Paço da Ribeira que fora destruído no Terramoto que arrasou Lisboa, em Novembro de 1755.

No entanto, a fuga da família real para o Brasil, entre 1802 e 1820, foi decisiva para a descontinuidade das obras. Ainda assim, é a maior residência real de Lisboa. Em 1862, o Palácio passa a ser a residência oficial do monarca D. Luís e da sua mulher D. Maria de Sabóia.

No seu interior são de ressalvar o Jardim de Inverno, a Sala de Banquetes e a Sala do Trono, que ainda é utilizada para cerimónias oficiais do Presidente da República.


Palácio Nacional de Queluz
O Palácio Nacional de Queluz é um palácio do século XVIII localizado na cidade de Queluz no concelho de Sintra. Um dos últimos grandes edifícios em estilo rococó erguidos na Europa, o palácio foi construído como um recanto de verão para D. Pedro de Bragança, que viria a ser mais tarde marido e rei consorte de sua sobrinha, a rainha D. Maria I de Portugal.

Os seus jardins históricos constituem um dos exemplos mais extraordinários da ligação harmoniosa entre paisagem e arquitetura palaciana em Portugal. A Família Real habitou-o em permanência de 1795 até à partida para o Brasil, em 1807, na sequência das invasões francesas.

Venha reviver a magia da monarquia em Portugal. Conheça os palácios e os museus mais marcantes da nossa história. Contacte a Best Time Tour.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...